Pesquisar
Close this search box.
Mato Grosso do Sul, 19 de junho de 2024
Campo Grande/MS
Fuente de datos meteorológicos: clima en Campo Grande a 30 días

Estado amplia vacinação contra a Influenza a partir de 15 de maio

A campanha teve início no dia 28 de março, 14 dias antes da data prevista pelo Ministério da Saúde.

Foto: Saul Schramm

A vacina de Influenza vai estar disponível para toda a população de Mato Grosso do Sul a partir do dia 15 de maio. A decisão da SES (Secretaria de Estado de Saúde) e COSEMS (Conselho de Secretarias Municipais de Saúde), considera o crescimento dos registros dos casos de gripe e de doenças de transmissão respiratória desde janeiro.

Além disso, a adesão dos grupos prioritários é baixa no Estado, onde até o momento, foram aplicadas 230.023 doses, o que representa apenas 23,06% da cobertura dos grupos elencados como prioritários (Vacinômetro SI-PNI extração em 03/05/2023). Em MS a campanha teve início no dia 28 de março, 14 dias antes da data prevista pelo Ministério da Saúde.

“Considerando que iniciamos a vacinação no estado de modo antecipado, não vemos prejuízo nenhum, e sim ofertar com a ampliação as doses para pessoas que querem se imunizar. Ressalto que os grupos elencados ainda estarão como prioritários até o dia 15 de maio, e esperamos realmente que entendam a gravidade do nosso cenário epidemiológico e vacinem-se”, disse a coordenadora estadual de Vigilância Epidemiológica da SES, Ana Paula Goldfinger.

A ampliação da oferta da vacina para a população geral – válida para crianças a partir de 6 meses de idade – também ocorre como forma de medida preventiva para abrandar sintomas de síndrome gripal e síndrome respiratória aguda grave, especialmente nas crianças.

O objetivo é aumentar a quantidade de pessoas imunizadas e com isso diminuir a circulação dos vírus. “Precisamos aumentar a cobertura vacinal independente de grupos, estamos com aumento de pessoas hospitalizadas e óbitos por Srags e Influenza (doenças causadas por vírus respiratórios). Infelizmente as pessoas elencadas como prioridade pela sua vulnerabilidade não entenderam ainda a gravidade das doenças respiratórias e suas consequências”, afirmou a coordenadora.

Outro fator que influenciou a expansão da imunização no Estado, é a chegada das temperaturas mais baixas, que favorecem a disseminação dos vírus que causam infecções respiratórias. O aumento de pessoas imunizadas, contribui para menor circulação dos vírus e evita sobrecarga nos serviços de saúde.

A partir do dia 15 de maio, os municípios devem realizar suas estratégias de vacinações e priorizar a imunização em idosos com 60 anos e mais, trabalhadores da saúde, crianças de 6 meses a menores de 6 anos, gestantes, entre outros grupos.

A 25ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza começou oficialmente no dia 10 de abril. Porém, no Estado a SES autorizou os 79 municípios a vacinarem os públicos da campanha a partir do dia 28 de março.

Suas preferências de cookies

Usamos cookies para otimizar nosso site e coletar estatísticas de uso.