Pesquisar
Close this search box.
Mato Grosso do Sul, 19 de abril de 2024
Campo Grande/MS
Fuente de datos meteorológicos: clima en Campo Grande a 30 días

Escolas públicas e particulares podem participar do 1º Programa Educacional da Fraternidade sem Fronteiras

Garrafas ao Mar incentiva a educação entre estudantes brasileiros e africanos para a construção de escolas, aquisição de materiais escolares e suporte pedagógico.

Fotos: Divulgação

Nesta sexta-feira, dia 28 de abril, é o dia da Educação, a Organização humanitária Fraternidade sem Fronteiras (FSF) comemora a data incentivando a participação das escolas públicas e particulares no 1º Programa Educacional – Garrafas ao Mar. O propósito da iniciativa é preparar estudantes como agentes de mudança no mundo a partir dos sentimentos de empatia e fraternidade no ambiente escolar.

As escolas podem participar em duas modalidades, sendo a primeira espalhar garrafas, por pontos estratégicos dentro das escolas, e incentivar os estudantes a fazerem doações em dinheiro, conforme a vontade e possibilidade.

A outra modalidade é o recolhimento de tampinhas de garrafas descartáveis e o depósito delas dentro das garrafas instaladas nas escolas. A cada seis meses, o material recolhido é enviado para a reciclagem e o valor arrecadado é repassado para a FSF.

Nas duas modalidades, os valores arrecadados serão revertidos para a construção de escolas, aquisição de materiais escolares e suporte pedagógico nas atividades educacionais desenvolvidas nos projetos da FSF, principalmente os do continente africano.

“O Garrafas ao Mar é a oportunidade de despertarmos o sentimento de dignidade em toda a comunidade escolar, principalmente nas crianças, que passam a entender que também podemos oferecer ao outro o que temos, em igualdade, comenta a pedagoga e idealizadora do Programa Garrafas ao Mar, Ana Lúcia Caetano.

Podem participar estudantes do ensino fundamental ao médio de escolas legalmente reconhecidas pelo Ministério da Educação (MEC), localizadas no Brasil ou no exterior (desde que algum representante da instituição fale a língua portuguesa). Anualmente, um voluntário da FSF apresentará às escolas os resultados do Programa, mostrando as escolas construídas e como as crianças e adolescentes estão contribuindo com um mundo melhor.

“O Garrafas ao Mar é a humanização das crianças. É a possibilidade de mostrar, através de atitudes e práticas diárias a importância do outro, o respeito

ao outro”, finaliza Iris Naque, coordenadora do Programa.

Como participar – O Programa é 100% gratuito e voluntário e para fazer parte, um representante da escola deve fazer a inscrição no site https://garrafasaomar.fraternidadesemfronteiras.org.br e participar de uma reunião online (data será enviada via e-mail), na qual ambas as coordenadoras vão explicar de forma mais detalhada o funcionamento do Programa e esclarecer todas as dúvidas antes da adesão final.

Sobre a Fraternidade sem Fronteiras-  A FSF é uma Organização humanitária e Não-Governamental, com sede em Campo Grande (MS) e atuação brasileira e internacional. A instituição possui 74 polos de trabalho, mantém centros de acolhimento, oferece alimentação, saúde, formação profissionalizante, educação, cultivo sustentável, construção de casas e ainda, abraça projetos de crianças com microcefalia e doença rara.

Todos os trabalhos são mantidos por meio de doações e principalmente pelo apadrinhamento. Com R$ 25 mensais é possível contribuir com um projeto e fazer a diferença na vida de muitas pessoas. Mais informações podem ser obtidas pelo site www.fraternidadesemfronteiras.org.br.

Marcele Aroca Camy – gerente de comunicação, marketing e relacionamento da FSF

Suas preferências de cookies

Usamos cookies para otimizar nosso site e coletar estatísticas de uso.