Pesquisar
Close this search box.
Mato Grosso do Sul, 19 de abril de 2024
Campo Grande/MS
Fuente de datos meteorológicos: clima en Campo Grande a 30 días

Construção de estufas em assentamentos impulsiona a produção de hortícolas em Ponta Porã

O investimento para a agricultura familiar incentiva os produtores a comercializar as hortaliças produzidas nas estufas a preços justos por meio do PNAE (Programa Nacional de Alimentação Escolar)

Cinco famílias da Associação Nova Esperança, no Assentamento Aba da Serra, localizado em Ponta Porã, foram beneficiadas com a construção de estufas agrícolas em seus lotes, obra realizada pelo Governo de Mato Grosso do Sul por meio da Agraer (Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural)/Semadesc.

Com aporte financeiro total de aproximadamente R$ 280 mil, o investimento para a agricultura familiar incentiva os produtores a comercializar as hortaliças produzidas nas estufas a preços justos por meio do PNAE (Programa Nacional de Alimentação Escolar) e do PAA (Programa de Aquisição de Alimentos).

Atualmente os assentados exercem atividades de extração de leite, plantação de hortas e pomares, além de criação e abate de animais. Porém, a principal fonte de renda ainda é a comercialização nas feiras livres. Mas, com o término da construção das estufas, ainda neste mês, a expectativa é mudar essa realidade. O fornecimento de alimentos de melhor qualidade, o aumento da produção de hortícolas em até 50% nos lotes contemplados e o fortalecimento das vendas, especialmente para os programas governamentais, irão proporcionar um novo cenário para os agricultores familiares.

De acordo com o engenheiro agrônomo e coordenador regional da Agraer em Ponta Porã, Antônio Carlos Peixoto de Oliveira, as estufas preservam as hortaliças e proporcionam melhores condições para o manejo. “O cultivo protegido evita o aparecimento de pragas e doenças na plantação, protege contra intempéries climáticas e o manejo das hortaliças torna-se mais fácil para o produtor”.

Cícera trabalha e vive com a família no assentamento

Outra vantagem é o escalonamento da produção, proporcionando maior número de colheitas durante o ano e garantindo a segurança alimentar para os assentados. “Com as nossas estufas agrícolas nós vamos produzir com mais qualidade e a produção

  naturalmente irá se multiplicar porque quando trabalhamos a céu aberto ficamos vulneráveis ao clima e às pragas. E, inserindo esses produtores nesses programas de governo, nós vamos conseguir aumentar a renda e fortalecer a agricultura familiar no Assentamento Aba da Serra”, comemorou a presidente da Associação Nova Esperança, Cícera Maria de Andrade.

Assistência técnica e investimentos

Os agricultores familiares do Assentamento Aba da Serra contam com a assistência técnica especializada do escritório da Agraer em Ponta Porã e recebem investimentos por meio de programas do Governo de Mato Grosso do Sul para impulsionar a produção.

De 2014 até o momento, a Associação Nova Esperança foi contemplada com a patrulha mecanizada (trator, grade aradora, grade niveladora, calcareadeira, rotoencarteirador e distribuidor de sementes), frete gratuito de 30 toneladas de calcário, frete de 25 toneladas de adubo orgânico para projeto de sistema agroflorestal, veículo para transporte de mercadorias às feiras, sala de tecnologia para os estudantes terem acesso à internet e projetos educativos e uma antena via satélite. “O pequeno produtor precisa desse incentivo e graças a Deus a gente pode contar com o Governo do Estado para nos ajudar”, ressaltou Cícera.

A construção das cinco estufas é mais uma conquista da associação em prol da qualidade de vida dos moradores do Assentamento Aba da Serra. “O nosso papel é o desenvolvimento dos agricultores familiares no Mato Grosso do Sul e, em Ponta Porã, a Agraer está fazendo a diferença”, destacou Oliveira.

Suas preferências de cookies

Usamos cookies para otimizar nosso site e coletar estatísticas de uso.