Pesquisar
Close this search box.
Mato Grosso do Sul, 19 de abril de 2024
Campo Grande/MS
Fuente de datos meteorológicos: clima en Campo Grande a 30 días

Acordos entre Brasil e China somam R$ 50 bilhões e Vander celebra agenda positiva

De acordo com o deputado, um dos acordos que é positivo para Mato Grosso do Sul se refere ao comércio de carne para o Dragão Asiático.

Viagem à China Presidente Lula e deputado Vander durante visita a Pequim – (Fotos: Ricardo Stuckert)

Os acordos firmados, nesta sexta-feira (14), entre Brasil e China devem somar cerca de R$ 50 bilhões em investimentos, segundo cálculos informados pelo Ministério da Fazenda ao jornal Folha de S. Paulo. São 15 protocolos, memorandos e planos assinados pelo presidente Lula e o primeiro-ministro Xi Jinping.

Único parlamentar de Mato Grosso do Sul e do Centro-Oeste a integrar a comitiva presidencial que foi à China, o deputado federal Vander Loubet comemorou o resultado positivo da agenda. “Estou animado com as possibilidades para nosso estado”, afirmou.

Pelas redes sociais, Lula informou que os acordos vão ajudar o Brasil a avançar em áreas como energias renováveis, indústria automotiva, agronegócio, linhas de crédito verde, tecnologia da informação, saúde e infraestrutura.

Um dos destaques é o avanço na parceria entre os dois países na construção do satélite CBERS-6, munido de uma tecnologia que permite o monitoramento de florestas como a Amazônia mesmo com nuvens.

Foi acertada ainda a criação de um grupo de trabalho para implementar medidas que facilitem o comércio bilateral e cooperações nas áreas de pesquisa e inovação, tecnologias da informação e comunicação, promoção industrial e investimentos na economia digital.

De acordo com Vander, um dos pontos positivos para Mato Grosso do Sul dentro dos acordos firmados é o que se refere ao comércio de carne brasileira para o Dragão Asiático.

“Essa viagem serviu para consolidar o processo de abertura do mercado chinês para a nossa carne, nossas proteínas animais. Isso com certeza vai beneficiar os produtores de Mato Grosso do Sul e os frigoríficos que estão aguardando para exportar para a China”, pontuou o deputado.

Nessa área, do agronegócio, foram assinados um plano de trabalho de cooperação na certificação eletrônica para produtos de origem animal e um protocolo sobre requisitos sanitários e de quarentena para proteína processada de animais terrestres a ser exportada do Brasil para a China.

Ainda em relação a Mato Grosso do Sul, o deputado Vander destacou que os chineses querem seguir expandindo seus investimentos em infraestrutura no Brasil e que isso pode ser benéfico para o estado.

“Isso é importante para nós, porque tanto no plano rodoviário, com a Rota Bioceânica, quanto no plano ferroviário, com a Malha Oeste, há espaço e oportunidades para recebermos esses investimentos da China”, conclui o parlamentar pantaneiro.

Suas preferências de cookies

Usamos cookies para otimizar nosso site e coletar estatísticas de uso.