Pesquisar
Close this search box.
Mato Grosso do Sul, 15 de abril de 2024
Campo Grande/MS
Fuente de datos meteorológicos: clima en Campo Grande a 30 días

Suspeitos são presos por sequestro e cárcere privado, além de outros crimes graves

Quatro indivíduos foram presos e dois menores foram apreendidos

Em uma operação conjunta entre a Polícia Civil e Polícia Militar, um caso de sequestro e cárcere privado foi resolvido com sucesso nesta quarta-feira(22), em Campo Grande-MS. Quatro indivíduos foram presos e dois menores foram apreendidos em relação ao crime, que também envolve acusações de lesão corporal, corrupção de menores, organização criminosa, ameaça (Violência Doméstica) e posse irregular de arma de fogo.

O alerta sobre o possível sequestro foi inicialmente reportado ao CIOPS (Centro Integrado de Operações de Segurança), que prontamente comunicou o caso ao Plantão DEAM (Delegacia de Atendimento à Mulher), GOI (Grupo de Operações e Investigações), da Polícia Civil e ao Batalhão de Choque, da Polícia Militar. As últimas duas unidades iniciaram diligências para verificar a veracidade das suspeitas.

As investigações levaram à identificação de um dos suspeitos, L.A.R., ex-marido da vítima, que residia no bairro Nova Campo Grande. As equipes do GOI e Choque se dirigiram ao local e o encontraram junto com o filho. Durante o interrogatório, o suspeito negou qualquer envolvimento nos atos contra sua ex-esposa, alegando que não esteve nas proximidades da residência dela no dia do ocorrido. Após a negativa, a delegada plantonista da DEAM decidiu encaminhá-lo para prestar depoimento.

Em continuidade às investigações, as autoridades retornaram ao endereço da vítima, no bairro Zé Pereira. Ao chegar ao local, a vítima se queixava de dores, confirmando ter sido sequestrada juntamente com seus filhos menores, A. e I., por quatro homens em um veículo Chevrolet Corsa. Em certo momento, os sequestradores cobriram sua cabeça com um pano e a espancaram em um terreno, cuja localização exata ela não pôde indicar.

Durante a investigação, surgiram informações de que um rapaz que estava frequentando a casa do pai das crianças teria participado do sequestro. A equipe policial retornou ao endereço mencionado e localizou o suspeito no local. Ao ser confrontada com os três suspeitos juntos, a vítima não teve dúvidas em identificá-los como participantes do crime. Após entrevistas, o primeiro suspeito confessou sua participação, sendo seguido pelos outros dois, que também confirmaram seu envolvimento. Todos foram unânimes em apontar o ex-marido como mentor do crime, alegando que sua motivação seria obter a guarda das crianças à força.

A vítima relatou ainda que recebeu ameaças diversas vezes, informando que o ex-marido possuía uma arma de fogo em sua residência e que ele costumava escondê-la enterrada no terreno. Durante uma busca no quintal, um monte de terra fofa chamou a atenção dos policiais, que decidiram investigar e, em seguida, encontraram um balde enterrado contendo uma arma de fogo tipo revólver.

Os suspeitos K. e L. informaram às autoridades que o veículo utilizado no sequestro pertencia a um indivíduo residente no bairro Vila Popular e funcionário. Durante as diligências pelo bairro, localizaram N., que confirmou sua participação no crime como motorista e indicou a residência de um amigo onde o veículo Corsa cinza de quatro portas estava guardado. Os policiais acompanharam N. até a casa de J., onde o veículo foi encontrado.

As investigações continuam em andamento para esclarecer todos os detalhes e determinar as responsabilidades individuais de cada suspeito envolvido nesse grave caso de sequestro e cárcere privado. As autoridades reforçam o compromisso com a segurança e o combate ao crime, buscando garantir a justiça e proteger os direitos das vítimas.

Suas preferências de cookies

Usamos cookies para otimizar nosso site e coletar estatísticas de uso.