Pesquisar
Close this search box.
Mato Grosso do Sul, 20 de abril de 2024
Campo Grande/MS
Fuente de datos meteorológicos: clima en Campo Grande a 30 días

Bolsonaro: PL não vai fazer ‘oposição radical’ a Lula

Em Brasília (DF), ex-presidente disse que seu partido está disposto a ‘colaborar para que o Brasil não fracasse’

Créditos: Edilene Lopes/ Itatiaia

O ex-presidente Jair Bolsonaro disse, nesta quinta-feira (18), que o Partido Liberal (PL), legenda que o abriga, não pretende fazer “oposição radical” ao governo de Luiz Inácio Lula da Silva (PT). No Congresso Nacional, em Brasília (DF), ele disse que a bancada do PL pretende “colaborar para que o Brasil não fracasse”.

“O PL é um partido grande na Câmara, são 99 parlamentares. A gente não vai fazer uma oposição radical. Não é isso. É ajudar. Apesar de não simpatizamos com o governo — já sabemos como agiu no passado — queremos colaborar para que o Brasil não fracasse, não afunde”, afirmou, em entrevista coletiva.

“Os problemas que acontecem no Brasil, todo mundo sofre. Estão votando aqui o arcabouço fiscal. Não há, da nossa parte, ideia de impedir qualquer votação”, pontuou.

O marco fiscal citado por Bolsonaro deve ser votado na semana que vem pelos deputados federais. Nessa quarta-feira (18), o plenário da Câmara aprovou a tramitação do texto em regime de urgência. O arcabouço condiciona um eventual aumento de gastos públicos do governo federal ao cumprimento de metas. 

Bolsonaro esteve no Congresso para visitar o filho, Flávio Bolsonaro (PL-RJ), que é senador.

Suas preferências de cookies

Usamos cookies para otimizar nosso site e coletar estatísticas de uso.