Pesquisar
Close this search box.
Mato Grosso do Sul, 19 de abril de 2024
Campo Grande/MS
Fuente de datos meteorológicos: clima en Campo Grande a 30 días

Com o apoio do Sebrae, família de comunidade do Pantanal prospera com corte e costura

Artesãos da comunidade de Salobra buscam se posicionar no mercado e um de seus últimos trabalhos foi a confecção de 500 bolsas de sapicuá para evento Inspira Ecoturismo, ocorrido em Bonito

Grupo trabalha com bolsas de diferentes tamanhos e estampas. Imagem: Arquivo Pessoal

Repleto de belezas naturais e com uma cultura farta, o Pantanal sul-mato-grossense inspira e encanta. Na comunidade de Salobra, localizada às margens da BR-262, próximo ao município de Miranda, toda essa riqueza se transformou em uma oportunidade de negócio. Acompanhados pelo Sebrae/MS, por meio do programa Pró Pantanal, os primos Gilmar Oriozola e Marinalva Oriozola, também junto à mãe de Marinalva, Francisca Oriozola, encontraram no artesanato uma fonte de renda alternativa, valorizando as tradições e as paisagens pantaneiras.

Nascido e criado na comunidade de Salobra, Gilmar trabalhava como cozinheiro e teve o primeiro contato com o artesanato por meio de uma capacitação de corte e costura, realizada pelo Sebrae/MS, em parceria com o Sistema Famasul, por meio do Senar, em abril de 2022 na região. “Durante as oficinas nós aprendemos do básico até o avançado, aprendemos a fazer as ecobags e fomos pegando gosto pela coisa”, relembra.

Não demorou muito para que eles enxergassem na produção das bolsas uma oportunidade de negócio e aliasse os conhecimentos adquiridos com as capacitações a vivência no Pantanal para criar produtos com uma identidade única e que carregam um pouco da cultura da região. “Não tem nada melhor do que vender a sua casa e a minha casa é Salobra e o Pantanal”, afirma. Atualmente, o Grupo de Corte e Costura da Associação de Salobra possui um catálogo extenso, com bolsas de diferentes tamanhos e estampas, além de jogos americanos decorados com as famosas faixas pantaneiras.

Profissionalização do negócio

O grupo da comunidade está procurando posicionar-se no mercado para poder fornecer tanto para o atacado, como no varejo, diretamente para turistas que visitam a região do Salobra, que atrai visitantes por conta do rio Miranda. Um dos trabalhos recentes foi a possibilidade de atender a um evento de grande porte no estado, o Inspira Ecoturismo, de realização do Sebrae/MS, por meio do Polo Sebrae de Ecoturismo. O seminário ocorreu entre os dias 16 e 20 de maio em Bonito, reunindo um público de mais de 600 pessoas de diversas regiões.

Para entregar aos participantes do evento um brinde que remetesse à cultura regional, a equipe do Sebrae/MS solicitou à família da comunidade Salobra a produção de 500 bolsas de sapicuá. Este tipo de acessório é utilizado para carregar utensílios, sendo um item mais comum no ambiente rural. No caso das bolsas entregues pela família de Gilmar, as tradicionais faixas pantaneiras também estampam o produto.

Bolsas integraram kit entregue aos participantes do evento Inspira Ecoturismo, que reuniu um público de mais de 600 pessoas em Bonito – Imagem: Messias Ferreira – Sebrae/MS

O pedido da confecção veio como um grande desafio que a família abraçou e conseguiu fazer dar certo. Com apenas três integrantes, o grupo realizou a entrega das bolsas de sapicuá depois de 20 dias de produção. “Assistir a entrega durante o evento foi muito especial, de lacrimejar os olhos mesmo. A maior felicidade que tem é ver as pessoas recebendo e elogiando o seu produto”, conta Gilmar.

Para que o grupo conseguisse pegar um projeto de grande porte e pudesse fazer a emissão da nota fiscal, também foi preciso correr atrás da formalização do negócio. Foi Gilmar quem ficou responsável por esta etapa, além de conseguir as inscrições estaduais e municipais, tudo isso enquanto auxiliava na produção das bolsas.

De acordo com a analista-técnica do Sebrae/MS, Thainara Durso, para a instituição é gratificante conseguir prestigiar empresas que nasceram a partir de ações realizadas pelo Sebrae. “Todo esse processo foi muito valioso para eles e para nós, porque estamos comprando dos pequenos empreendedores e contribuindo para a valorização e desenvolvimento da região, além de consumir produtos com a nossa identidade pantaneira”, afirma.

Daqui para frente, a ideia da família é trabalhar para conseguir expandir a produção e a variedade de produtos que confeccionam, com o lançamento de um porta vinho feito em algodão cru. Outro sonho é trocar as máquinas de costura em que hoje produzem as bolsas para máquinas semi profissionais e assim conseguir atender demandas cada vez maiores e produtos com um acabamento mais bonito.

Público do Inspira Ecoturismo com as bolsas de sapicuá produzidas na comunidade Salobra. Imagem: Messias Ferreira – Sebrae/MS

“A gente é muito grato pelo Inspira Ecoturismo, porque ele nos motivou e nos mostrou que não podemos desistir, se continuarmos podemos chegar muito mais longe”, finaliza Marinalva Oriozola. Pelo aplicativo Whatsapp é possível fazer pedidos à família.

Mais possibilidades de renda

Para tornar concreta uma nova possibilidade de renda aos seus moradores, a comunidade Salobra, no município de Miranda, vem recebendo uma série de ações via Pró Pantanal. Há moradores que também se identificaram com a criação de abelhas. Foram formados criadores com cursos fornecidos pelo Senar, além disso, o escritório da Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural (Agraer) em Miranda está envolvido nessa atividade para dar acompanhamento técnico tanto no manejo como na otimização da produção.

O apoio à comunidade, a partir do fomento ao empreendedorismo, tem como objetivo movimentar a economia local em períodos de fechamento da pesca, uma das principais fontes de renda dos moradores.

Sobre o Pró Pantanal

O Pró Pantanal – Programa de Apoio à Recuperação Econômica do Bioma Pantanal é uma iniciativa do Sebrae, com atuação nos eixos do turismo, da economia criativa e do agronegócio existentes no Pantanal. O programa tem apoio da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), Federação das Associações Empresariais de Mato Grosso do Sul (FAEMS), Instituto do Meio Ambiente de MS (Imasul) e Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento, Ciência, Tecnologia e Inovação (Semadesc).

Para obter mais informações sobre o programa Pró Pantanal e suas ações, fale com o Sebrae, pelo número 0800 570 0800. Visite o site oficial do programa clicando aqui.

Suas preferências de cookies

Usamos cookies para otimizar nosso site e coletar estatísticas de uso.